Endereço: Av. Tijucussu, São Caetano/SP 

© 2018 por Instituto Brasileiro de Expedições Sociais/ Projeto Canudos. Todos os direitos reservados.

Encerrada a 4ª edição do Projeto Canudos

16.07.2015

A equipe do Projeto Canudos 2015 retornou no dia 13 de julho para São Paulo após 15 dias de trabalho na cidade de Canudos.

 

Diversas palestras e capacitações foram realizadas por estudantes de medicina, odontologia, biomedicina, educação física, psicologia, jornalismo e rádio, tv e internet.

 

Os alunos chegaram no vilarejo de Canudos Velho no dia 30 de junho e trabalharam até o dia 11 de julho. No dia 8, visitaram e realizaram ações no vilarejo de Rasinho e no dia 10, no Rio do Vigário.

 

Nesta edição, o destaque foi para as visitas domiciliares em casas dos três vilarejos para mapear toda a região, prevendo as necessidades dos atendimentos. Ainda não foi analisado o resultado oficial, mas durante as visitas, os coordenadores já notaram uma grande evolução na saúde da população como conta o coordenador do Projeto Victor Hugo Bigoli: “a promoção à saúde realizada desde 2009 está atingindo níveis muito satisfatórios, este ano ficou nítido e estamos muito contentes”.

 

Durante as visitas, as equipes aferiram a pressão, mediram a glicemia e aplicaram um questionário visando mapear as condições de moradia e saúde.

 

As palestras e orientações tiveram como temas diabetes, hipertensão, colesterol, tabagismo e alcoolismo. Aline Borges (Fundação Santo André) e Carolina Cajaíba (Universidade Metodista de São Paulo), da equipe de psicologia, atuaram em diversas frentes com atividades recreativas e lúdicas. A coordenadora do grupo foi a professora da Fundação Santo André, Gleise Sales Arias.

 

Muitas ações psico-pedagógicas foram realizadas em parceria com o educador físico Juan Sampaio (Metodista). Juan cuidou da saúde e postura dos canudenses, incentivou a prática de esportes, recreação e realizou diversas atividades laborais, inclusive com os voluntários do Projeto Canudos. 

 

A equipe de odontologia foi composta pelos estudantes Rafael Castro, Maria Paula Brazil e Kelbia Ferreira, todos da Universidade Metodista. O grupo apresentou palestras de higiene bucal para adultos e crianças. A aplicação de flúor ocorria logo após as palestras e visitas domiciliares. Também foram realizados atendimentos específicos em casos de cáries superficiais e curativos.

 

A estudante de medicina da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), Marina Resende, visitou as residências, realizou palestra sobre a importância do exame preventivo de câncer de próstata, consultas pediátricas e de clínica-geral nas três comunidades.

 

Durante dos quinze dias, as alunas de biomedicina da Metodista Cintia Lima e Giovanna Beltrame aferiram a pressão e mediram a glicemia nas visitas e nas palestras, além de dar todo o suporte às outras equipes. Cintia aproveitou a oportunidade para conhecer um pouco mais sobre o trabalho da odontologia e em alguns momentos foi a “assistente” do grupo.

 

Neste ano, a equipe de comunicação fez a captação de imagens para produção de diversos vídeos institucionais, reportagem especial, podcasts e banco de imagens. Pelo terceiro ano consecutivo, o grupo produziu um filme ficcional com a participação de moradores de Canudos. (Leia mais aqui: http://bit.ly/1f12CJw).

 

Ainda este ano, a coordenação do Projeto e dois alunos retornarão a Canudos em outubro para uma precursora da próxima edição, onde serão expostos os resultados das ações de julho aos moradores. Nesta ocasião também serão realizados encontros com líderes comunitários e representantes do governo local para identificar outras comunidades para atuação em 2016.

 

 

Share on Facebook
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procurar por tags
Arquivo
Please reload