Endereço: Av. Tijucussu, São Caetano/SP 

© 2018 por Instituto Brasileiro de Expedições Sociais/ Projeto Canudos. Todos os direitos reservados.

Projeto Canudos se reúne com Secretário de Educação do município

01.07.2014

Na manhã do dia 30 de junho aconteceu uma reunião entre o Projeto Canudos e o Secretario de Educação do município. O objetivo do encontro foi apresentar o Projeto para a Prefeitura da cidade e realizar um trabalho em conjunto com a gestão atual.

Um dos grandes interesses que o Secretário de Educação Edmilson Ferreira de Oliveira demonstrou foi em ampliar o atendimento para outras localidades tão carentes como Canudos Velho. “

 

Temos comunidades onde o índice de violência é enorme e que necessita de uma atenção”, explicou.

Atualmente o Projeto atende a população de Canudos Velho e Fazenda Rio do Vigário com atividades realizadas em dois dias, um para levantamento de informações com visitas domiciliares e outro para atendimento. Porém, a possibilidade de expansão não é descartada.

O professor e coordenador do Projeto Victor Bigoli, apresentou o Projeto, falou da evolução durante os cinco anos desde a parceria com o IBS, Instituto Brasil Solidário, e também ressaltou o grande objetivo da atuação que é tornar a região autossustentável. “Queremos que a comunidade ande com suas próprias pernas e conheçam seus direitos, que procurem os órgãos públicos para cobrarem esses direitos. Um grupo forte consegue reivindicar”, afirmou.

Durante sua fala, Victor destacou a importância de estreitar o laço com a prefeitura e agradeceu ao interesse do secretário pelas atividades realizadas na região.

O povoado de Canudos Velho possui uma escola municipal multiseriada, ou seja, aulas de várias séries diferentes são ministradas na mesma sala. Desta forma, o professor deve apresentar o conteúdo distribuindo as atividades nos diferentes graus de dificuldade para cada grupo de alunos. Na escola de Canudos Velho isso ocorre porque a estrutura é pequena e possui pouca verba.

A professora e coordenadora de psicologia Gleise Sales Arias explicou que a ideia é ter uma equipe multidisciplinar para atuar na área da educação. “Nesta edição temos pedagogia, letras e psicologia”, contou.

Já a estudante de pedagogia Fabíola Brandão, que compõe a equipe, acredita que o caminho para melhorar a educação nesse formato é investir na didática dos professores. Por isso a equipe está observando as aulas para identificar as possíveis soluções. O objetivo principal é fazer um levantamento de dados para saber qual a relação da escola com a comunidade, descobrir qual a interação entre elas e identificar como se articulam.

A importância dessas incursões no dia a dia da escola foi ressaltada pela estudante Fernanda Mieko. “Conhecemos os professores e o que nos deixou satisfeitos, pois se mostraram muito interessados em repensar e renovar a praticas na escola”, explicou Fernanda.

O objetivo da equipe é que tudo seja realizado em conjunto. De acordo com a secretária escolar Erika Ramos de Souza Macedo, a melhor forma é que esse trabalho com os professores seja feito em grupo.

Segundo Fabíola, o processo vai ficar registrado para qualquer outro aluno ter condições de dar continuidade: “nossa ideia é ter uma proposta de longo prazo e que haja continuidade”.

A coordenadora pedagógica das escolas multiseriadas Maria Raimunda, explicou que geralmente os projetos que atendem a região são muito pequenos e com pouco tempo de atuação. “O que precisamos é que seja multiplicador e pra isso temos que abraçar a causa”, ponderou. A solicitação da Secretaria é que o projeto atenda alunos de outras comunidades e, dessa forma, Canudos Velho sirva de modelo.

A coordenadora Camila Cabello, que está entrevistando inúmeras mulheres do vilarejo, levantou uma importante solicitação da comunidade: a implantação de uma EJA, Educação de Jovens e Adultos. Porém, Camila ressaltou que é importante que funcione em um horário adequado para atender às necessidades dessas pessoas, pois demostraram uma vontade enorme de estudar.

O secretário se colocou à disposição do Projeto. Inclusive autorizou que fosse pintado uma tela branca na parede externa da escola que será um Cinemuro e a equipe de Comunicação irá utilizar para projeções e exibição de filmes.

 

Share on Facebook
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procurar por tags
Arquivo
Please reload